Teste vocacional da HR-V

14/06/2015 19:28


hrv

3.649 km

Foi rápido como um piscar de olhos: bastaram apenas cinco dias de uso após o emplacamento para o HR-V rodar os primeiros 1 000 km e, com isso, ganhar sua primeira missão oficial no Longa Duração, o teste em nosso Campo de Provas, em Limeira (SP).

Na pista, nosso SUV de Longa Duração entregou números compatíveis com os das unidades cedidas pela Honda para testes e comparativos. Lógico, é preciso considerar que os carros de Longa são abastecidos com etanol, ao passo que os carros de teste bebem gasolina. Essa diferença de combustível explica os tempos menores nas provas de aceleração e retomada e o maior consumo de combustível tanto em ambiente urbano como rodoviário (veja os resultados abaixo).

O uso do carro em ambiente controlado também nos permitiu confirmar algumas impressões iniciais. A suspensão proporciona ao motorista sensação de segurança mesmo em alta velocidade. Em sequência alternada de curvas, a carroceria inclina pouco e a resposta aos movimentos do volante é rápida.

O diretor de redação, Sérgio Gwercman, pai de dois bebês, gostou da facilidade para fixar as cadeirinhas infantis no banco traseiro. “Em muitos carros, o sistema Isofix fica oculto. É preciso tatear a área entre o encosto e o assento para encontrar os ganchos. Mas, no HR-V, eles ficam em posição evidente”, explicou. Os editores Péricles Malheiros e Ulisses Cavalcante, em coro, criticaram a posição da tomada 12 volts e das entradas USB e auxiliar, abaixo do câmbio, no andar inferior do console. “O acesso é horrível”, disseram.

Consumo

No mês: 8 km/l com 25,5% de rodagem na cidade
Desde mai/15: 8 km/l com 25,5% de rodagem na cidade
Combustível: etanol

Gastos no mês

Combustível: R$ 1 008

QUATRO RODAS

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!