Policiais se comovem com ladrão, pagam fiança e fazem compras para ele

16/05/2015 00:02

O homem recebeu ajuda de policiais, após eles constatarem a triste situação em que ele vivia. Confira o video!

Homem que furtou carne está empregado (Gustavo Moreno/CB/D.A Press)

História completa

Após tentar furtar 2kg de carne em um mercado de Santa Maria, o desempregado Mário Ferreira Lima foi preso em flagrante. Mas a polícia se comoveu com a história do rapaz: depois que o detido contou a história da vida dele, policiais pagaram a fiança e ainda fizeram compras para a família. Entregaram os mantimentos nesta terça-feira (13/5), na casa do suspeito, no Jardim Ingá.

 
Trata-se de um eletricista desempregado, que sustenta um filho com o benefício que recebe por mês do programa Bolsa Família. Como o dinheiro não havia sido depositado na conta, Mário tentou roubar 2kg de carne de um mercado, mas foi pego pelo dono do estabelecimento, que chamou a polícia.
 
Durante o depoimento, na 20ª Delegacia de Polícia (Gama Oeste), ele começou a passar mal. Depois de se acalmar, relatou que, há quase um ano, a mulher dele sofreu um acidente e passou oito meses no hospital. Por isso, Mário perdeu o emprego. Quando ela se recuperou, ela foi morar com um filho de outro casamento, porque a família estava sem dinheiro para lhe atribuir os cuidados necessários.
 
Sobrou para o suspeito a responsabilidade de criar sozinho um filho, de 12 anos, que estuda na parte da tarde e demanda cuidados pela manhã. Enquanto o adolescente está na escola, o pai tenta fazer bicos para sustentar a casa. Mas, segundo relatou, há dois meses ele não consegue nada.
 
Diante da situação, o delegado colocou uma fiança estipulada em R$ 270, valor pago por uma agente da Polícia Civil que ficou sensibilizada com a história. Outro agente resolveu dar a ele R$ 30 para que ele pagasse o valor da carne.
 
No fim do dia, houve uma vaquinha e os policiais fizeram uma compra de mês. Entregaram tudo na casa dele, por volta de 19h30.

Depois de comover policiais civis do Distrito Federal após ter furtado 7kg de carne para alimentar o filho, Mário Ferreira Lima, 45 anos, não ganhou somente uma nova chance em liberdade, recebeu também uma proposta de emprego. Ele fará a entrevista em uma empresa da capital brasileira na tarde desta sexta-feira para uma vaga de técnico em manutenção.

Mário chegou a ser preso na última quarta-feira, quando seguranças de um mercado de Santa Maria o viram colocar o alimento em uma bolsa. O homem foi levado à 20ª Delegacia de Polícia. Durante depoimento, ele passou mal e disse que só queria alimentar o filho. Agentes e delegado se comoveram com a história e pagaram a fiança para que ele voltasse para casa.

Mário é eletricista, mora no Jardim Ingá (GO) com o filho de 12 anos. Ele ficou desempregado há 1 ano e 3 meses depois que a mulher sofreu um acidente de moto e ficou 18 dias em coma. Para cuidar dela, Mário precisou sair do emprego. Desde então, a rende familiar se resume a R$ 70 e ao auxílio do Bolsa Família.

O eletricista Márcio Ferreira está, oficialmente, empregado. Ele trabalhará nas obras da Gois Construtora. A empresa está no mercado imobiliário desde 2000, focada em empreendimentos residenciais para população de baixa renda. Segundo o proprietário da GOIS, Nertan Gois, Mário apresentou todos os certificados de qualificação e começará na segunda-feira (18/5). "Ele precisava de um emprego e a gente de um funcionário. Não é uma ajuda. É uma oportunidade", disse Nertan.

Depois de comover policiais civis do Distrito Federal após ter furtado 7kg de carne para alimentar o filho, Mário tem recebido doações de comida e algumas oportunidades de emprego. A entrevista na Gois foi na tarde desta sexta-feira (15/5). Mário fez testes em obras, conversou com outros funcionários e foi aprovado para a vaga.
Role para baixo e veja o video!

DIÁRIO DE PERNAMBUCO

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!