Neymar e pai são condenados e devem pagar R$ 460 mil para Receita

28/01/2016 00:10

Por sonegação de impostos, na época em que estava no Santos, os dois foram considerados culpados nesta quarta-feira

Pai e filho foram condenados juntos por sonegação praticada em 2007 e 2008Reprodução/Instagram/ Pai e filho foram condenados juntos por sonegação praticada em 2007 e 2008

O jogador do Barcelona, Neymar, e o pai dele foram condenados nesta quarta-feira pela Justiça e deverão pagar, juntos, R$ 460 mil para a Receita Federal. A penalidade foi aplicada devido à sonegação fiscal praticada entre 2007 e 2008, período em que o atleta ainda defendia o Santos. Os advogados dos dois avisaram que vão recorrer da decisão.

Segundo o site Uol Esportes, os valores já foram depositados em uma conta extrajudicial, ainda em 2012, quando pai e filho foram atuados pela Receita Federal. No entanto, em 2014, os dois entraram na Justiça para anular a cobrança e exigir o reembolso. No último dia 15, porém, foi reconhecida a dívida do imposto e da multa, e o pedido foi negado.

Para a Justiça, Neymar deveria ter pagado imposto muito superior ao cobrado, devido aos direitos de imagem recebidos como atleta dos Santos. O jogador ainda enfrenta outro processo relativo à sonegação, referente aos anos de 2011 e 2013, que circula também na receita espanhola, pois envolve a transferência para o Barcelona. 

Por Victor Simão - DA REDAÇÃO O TEMPO

 

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!