Com Neymar apagado, Brasil vence Honduras em despedida para Copa América

11/06/2015 00:40

Neymar entrou no segundo tempo no duelo contra Honduras

Foram 45 minutos de Neymar. Não exatamente aquele Neymar com que os brasileiros estão acostumados, que parte para cima da marcação, mas um Neymar talvez ainda em ressaca pelo título da Liga dos Campeões com o Barcelona. O atacante entrou no intervalo da partida e teve atuação apagada na vitória de 1 a 0 da seleção em amistoso contra Honduras, nesta quarta-feira, no Beira Rio.

Foi o último teste antes da viagem para a Copa América, no Chile.

Na véspera do jogo, Dunga fez mistério e preferiu não divulgar a escalação.

O suspense tinha motivo de ser: além de deixar Neymar no banco, o comandante tetracampeão mundial sacou Elias e Diego Tardelli, titulares no último domingo, contra o México, e deu uma chance para Casemiro e Roberto Firmino entre o titulares.

A aposta em Firmino foi recompensada.

O destaque do Hoffenheim, que assegurou o seu lugar na Copa América com dois gols e uma assistência em amistoso, mostrou mais uma vez que a sua estrela brilha com a seleção: aos 32 minutos do primeiro tempo, Phillipe Coutinho abriu para Filipe Luis, que invadiu a área e apenas rolou para Firmino abrir o placar.

O Brasil começou o jogo disciplicente, em marcha lenta e com dificuldade na troca de passes. Somente a partir da metade da etapa inicial, sobretudo, com Coutinho, o time conseguiu construir jogadas e ameaçar o gol do hondurenho Valladares.

Foram pelo menos três boas chances.

Jogadores da seleção brasileira comemoram gol

A primeira delas com David Luiz completando cruzamento na área em cobrança de falta ensaiada com Willian; depois, em combinação entre Coutinho e Firmino que o atacante finalizou para boa defesa adversária; e, por fim, em lance individual de Willian, com direito a drible da vaca, que ficou na trave.

Na volta do intervalo, Dunga, enfim, atendeu aos pedidos da torcida e mandou Neymar a campo.

Com o craque do Barcelona no gramado, Honduras curiosamente cresceu.

Em falha na saída de bola, os centro-americanos quase deixaram tudo igual em chute de Najar que raspou a trave, aos quatro minutos. Logo em seguida, outra oportunidade: Martínez cobra falta na área, Filipe Luis tenta o corte, mas a bola bate nas costas de Firmino e sobra para Lozano, que gira e chuta, mas manda para fora.

A resposta veio somente depois dos 15 minutos, com Fred e Neymar, na entrada da área.

Douglas Costa ainda fez boa jogada e arrancou grito de gol no fim, mas ficou nisso.

A equipe deixou o gramado sob vaias.

A seleção faz o seu último treino nesta quinta-feira em Viamão, região metropolitana de Porto Alegre, antes da viagem para o Chile na sexta-feira.

Os comandados de Dunga estão no grupo da Copa América, ao lado de Peru, Venezuela e Colômboa. A estreia será contra os peruanos, no próximo domingo, 14, em Temuco.

FICHA TÉCNICA:
BRASIL 1 X 0 HONDURAS


Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 10 de junho de 2015, domingo
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Gary Vargas Carreno (BOL)
Assistentes: Wilson Arellano Guarachi (BOL) e Edwin Paredes Villca (BOL)
Cartões amarelos: Fabinho, Filipe Luís e Robinho (Brasil); Palacios e Alfredo Mejía (Honduras)
Gol: BRASIL: Roberto Firmino, aos 32 minutos do primeiro tempo

BRASIL: Jefferson; Fabinho (Marquinhos), Miranda, David Luiz (Thiago Silva) e Filipe Luís; Casemiro, Fernandinho, Willian (Douglas Costa) e Philippe Coutinho (Neymar) e Fred (Elias); Roberto Firmino (Robinho)
Técnico: Dunga

HONDURAS: Valladares; Beckeles, Palacios, Leverón, Figueroa e Izaguirre (Brayan García); Garrido (Alfredo Mejía), Boniek García (Martínez), Acosta (Discua) e Najar (Will Mejía); Lozano (Andino)
Técnico: Jorge Luis Pinto

ESPN

—————

Voltar



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!