Esportes

23/04/2015 14:10

Flamengo discorda de público pagante e não recolhe renda em Salgueiro

Polêmica na despedida do Flamengo de Pernambuco. Mesmo com a vitória sobre o Salgueiro, por 2 a 0, na noite desta quarta-feira, que garantiu antecipadamente a classificação para terceira fase da Copa do Brasil, o Rubro-Negro deixou o estádio Cornélio de Barros insatisfeito. Isso porque não concordou com a público divulgado pelos donos da casa no momento da divisão da renda. Mesmo visualmente quase lotado, o borderô apontou 4.900 pagantes, o que revoltou os cariocas, uma vez que a carga foi de 12 mil ingressos. A renda não foi divulgada. A reportagem do GloboEsporte.com foi até a secretaria do estádio solicitar o valor exato, mas ouviu uma recusa dos responsáveis por tal informação. De acordo com o delegado Paulo Falcão, haverá uma recontagem do número de bilhetes.

Diante da insatisfação, o Flamengo não recolheu o valor que lhe é de direito – 60% por ter eliminado o segundo jogo – e fará uma reclamação formal na CBF contra o Salgueiro. Responsável por retirar o dinheiro, o chefe de segurança do Fla, Pinheiro, queria fazer um adendo na assinatura do borderô, informando que não concordava com o público apresentado, mas foi impedido pelo delegado da partida, Paulo Falcão. O episódio gerou uma pequena discussão. A entidade máxima do futebol brasileira será responsável por uma definição no caso.

 

Blog de Alvinho Patriota

—————

21/04/2015 22:25

Luxa é questionado por tática e forma física de time no Flamengo

Vanderlei Luxemburgo já não goza do mesmo prestígio no clube rubro-negro

O peso de uma eliminação no Campeonato Carioca diante do maior rival despertou algumas vozes de descontentamento com o técnico Vanderlei Luxemburgo na diretoria do Flamengo. Nada, por enquanto, que encaminhe para uma postura mais drástica, como demissão, mas, sim, a pedidos de que o técnico seja cobrado pelo início claudicante na temporada.

A avaliação interna é de que o desempenho da equipe foi decrescente. Ou seja, o Flamengo iniciou o Campeonato Carioca com atuações melhores do que a maneira como terminou, no último domingo, com a derrota de 1 a 0 para o Vasco. O mar de rosas vivido pelo treinador no início de 2015 após o bom trabalho no Brasileiro de 2014 se dissipou.

Para isso contribuíram não só as posturas técnica e tática da equipe, mas também o lado físico. Jogadores como Everton, Arthur Maia e Samir, por exemplo, desfalcaram o time em grande parte da temporada até o momento. Por isso, a comissão técnica será cobrada por melhor desempenho neste quesito para a sequência do ano. A tendência é de que haja uma reunião nos próximos dias para que Luxemburgo e a diretoria discutam estes pontos e acelerem a preparação para o Brasileiro, com início marcado para 9 de maio.

Diante do panorama, a cúpula rubro-negra também monitora o interesse do São Paulo no técnico, colocado em fogo brando enquanto o Tricolor Paulista aguarda uma resposta do argentino Alejandro Sabella. A confiança de que o treinador permaneceria, como no momento de primeiro interesse são-paulino, diminuiu. E as declarações constantes do técnico de que ouviria proposta e tem interesse em trabalhar o Morumbi desagradram. O clube, no entanto, busca evitar qualquer conflito, até mesmo por um motivo que é consenso: as opções para uma possível substituição do técnico são escassas no momento.

Fonte: ESPN

—————

21/04/2015 13:42

"Sina" de professor leva sonho, a partir do esporte, para garotada de Solidão

Tony Xavier, de 27 anos, retorna à cidade após se formar para mostrar, na pequena cidade do Sertão, que caminhos da prática esportiva dão outra dinâmica à vida

Imagine morar em uma cidade muito, muito pequena. Com pouco mais de 500 casas. Afastada de tudo. Na mais completa solitude, qual o tamanho da força para mudar a vida de alguém? Em Solidão -  cidade a pouco mais de 400 quilômetros do Recife, no Sertão pernambucano -, um "sujeito" corajoso, apenas ele, modificou a rotina. Fez brotar sonhos em dezenas de jovens, tendo como instrumento o esporte. Tony Xavier, de 27 anos, é o único professor de educação física da única escola pública do município. E o responsável para dar outros contornos a história de monte de gente e colocar Solidão no mapa esportivo do Estado.

Se trabalhar no absoluto afastamento parecia uma sina, os ideais transformaram a vida dos estudantes do lugar. Pela primeira vez, as crianças souberam o que é badminton e o xadrez. Tão distantes de tudo, puderam, por meio do esporte, ter experiências pequenas - para eles gigantes -, como conhecer o mar ou andar de elevador.

Solidão Badminton (Foto: Daniel Gomes)Solidão é uma cidade pequenina do Sertão que tem crianças sonhadoras e craques no esporte (Foto: Daniel Gomes)

A cidade de Solidão é pequenina. Daquelas típicas de interior mais afastado, com igreja e praça como referências. As agências bancárias são contadas nos dedos de uma só mão. Tony Xavier resolveu abrir os horizontes e as possibilidades. De lá, ao se formar em educação física, retornou com a missão de apresentar às crianças à prática do esporte.

Em cinco anos, foram 40 títulos nos mais diversos esportes, nos jogos escolares da Região do Pajeú, que compreende 110 escolas de 17 municípios. As prateleiras se multiplicaram para os troféus repousarem. Prova do sucesso de qualquer atleta. Na entrada da escola, é o maior motivo de orgulho.

Solidão Badminton (Foto: Daniel Gomes)Tony fez do sonho uma realidade para garotos de Solidão  (Foto: Daniel Gomes)

- Era meu principal objetivo. Não tem dinheiro que pague. Ver meus alunos conquistando títulos, praticando o esporte com todas as dificuldades de estrutura que nós temos e acumulando pequenas conquistas na vida... - disse Tony.

As dificuldades são incontáveis. A estrutura da escola não comporta abrigo a tantas modalidades. Para o basquete, a tabela é de brinquedo, fixada no topo de escadaria. Mais embaixo, um banco é a proteção da encanação. Uma maneira de a bola cheia e muito pesada não estourá-lo, sob pena de a escola ficar sem água.

Solidão Badminton (Foto: Daniel Gomes)Meninos amarram a rede e, mesmo com árvore na quadra, treinam Badminton (Foto: Daniel Gomes)

Ao lado, um espaço pequeno. Nele, foi improvisada uma quadra, com árvore e tudo quase no meio. No pátio, as linhas foram pintadas de maneira improvisada. É lá que se pratica o badminton. Com uma rede amarrada de qualquer jeito, o jogo rola solto. Vez por outra, a peteca cai no telhado ou na própria árvore. O treino para. Chega a hora de se pendurar, em um ou na outra, para recuperar o chumaço de penas usado como "bola".

- As dificuldades são muitas. Qualquer um pode ver que as coisas aqui não são fáceis. Tenho um dia para dedicar a cada esporte. Um dia, auxilio quem está no xadrez. No outro, no badminton. Depois, no basquete. O judô também. E assim vai. Mas, por causa do calendário apertado, também peço para quem pratica outros esportes treinarem todo dia. Não é porque não estou presente que eles não podem treinar, não é? E assim a gente vai levando - disse Tony.

Conheci o mar. Acho que se não fosse o tênis de mesa, nunca teria saído de Solidão
Caio Rodrigues

A única sala destinada às atividades esportivas abriga duas modalidades: tão logo se encerra o treino de tênis de mesa, os alunos desmontam a mesa e arrumam o tatame. O judô pede passagem.

No tênis de mesa foi gerado um dos melhores resultados da escola. Expressividade extra na vida do pequeno Caio Rodrigues, de 14 anos. Classificou-se para os jogos estaduais do ano passado, disputados no Recife.

- Viajei, foi muito legal. Conheci o mar, que nunca tinha visto. Acho que se não fosse o esporte, o tênis de mesa, nunca teria saído de Solidão - apontou Caio.

Não bastasse os esportes implantados por Tony, existe um campo de terra do lado de fora usado para mais práticas. Sem o material necessário, o handebol é praticado. O campinho conta a história de Bruno Goes, de 16 anos. Ele é craque no arremesso de peso.

Solidão Badminton (Foto: Daniel Gomes)Garotada passa horas praticando xadrez que auxilia também no exercício lógico (Foto: Daniel Gomes)

O peso em questão era uma pedra de seis quilos. Virava-se como dava. Foi assim que Bruno treinou durante mais de um ano. Só em 2015 foi que uma bola de ferro, a oficial, com os mesmo seis quilos, foi comprada pela escola.

- Tony me chamou porque disse que eu era forte, com um físico bom para praticar o arremesso de peso. Comecei com uma pedra e agora, finalmente, temos a bola. A intenção é melhorar cada dia mais e me dedicar mesmo ao esporte. Antes, não tinha perspectiva de fazer nenhum esporte. Agora minha vida mudou.

FONTE: GLOBO ESPORTE

"Gosto muito dessa cidade! Devido ser a terra natal da minha família, constantemente estou por lá. Fico feliz por haver pessoas com essa garra. Parabéns PROFESSOR TONY!".   Administrador/Salgueiro Notícias

 

—————

20/04/2015 23:20

Em jogo beneficente, Ronaldo marca três gols e brilha ao lado de Zidane

Ronaldo e Zidane, Jogo contra a pobreza (Foto: Agência AFP)

Pensando em retornar aos gramados com o Fort Lauderdale Strikers, time norte-americano do qual é sócio, Ronaldo Fenômeno mostrou que ainda pode proporcionar grandes lances. Em jogo amistoso na França, nesta segunda-feira, o ex-atacante marcou três gols e brilhou em uma parceria com Zidane, seu companheiro nos tempos de Real Madrid. Mas sua equipe, representando o Programa de Desenvolvimento da Onu, acabou derrotada por 9 a 7 por um time de estrelas do Saint-Étienne.

A partida beneficente tinha como objetivo arrecadar fundos que serão utilizados na ajuda das famílias de vítimas do Ebola na África. Dois terços do valor conseguido serão doados para tal finalidade, enquanto o restante ficará para a fundação do Saint-Étienne, clube anfitrião do duelo, realizado no estádio Geoffroy-Guichard. Foi a 12ª edição do Jogo Contra a Pobreza.

O time capitaneado por Ronaldo e Zidane entrou em campo com Barthez, Abidal, Zambrotta, Frank de Boer, Karembeu, Zidane, Poborsky, Seedorf, Djorkaefff, Ronaldo e Trezéguet. Do outro lado, Janot, Zouma, Tavlaridis, Kvarme, Brison, Sablé, Batlles, Moravcik, Mollo, Pédron e Alex Dias. Ao longo da partida, foram a campo astros como Van der Sar, no time de Ronaldo, e Aubameyang, no Saint-Étienne.

Trézeguet abriu o placar para o time de Ronaldo, mas Alex Dias e Batlles viraram. Ronaldo empatou, e Seedorf fez seu time tomar a liderança do placar novamente. Mollo fez 3 a 3, e o Fenômeno fez mais dois, com Trézeguet marcando outro. Pascal Feindouno e Mollo diminuíram para 6 a 5, antes de Okocha aumentar para o time de Ronaldo e Zidane. Na reta final, Aubameyang (três vezes) e Batlles viraram a vitória aos anfitriões por 9 a 7.

Fonte: globoesporte.com

—————

17/04/2015 21:39

Após perder duas para o Sport, Lúcio diz que clima para semifinal é diferente

Lateral-esquerdo do Carcará aposta na maior concentração do grupo para quebrar o tabu diante do Leão da Ilha. Domingo, as equipes se enfrentam no Cornélio de Barros

Lúcio Salgueiro (Foto: Emerson Rocha)

Adversário na semifinal do Campeonato Pernambucano, o Salgueiro não vence o Sport há mais de um ano. Neste estadual, o Leão da Ilha foi o único dos três times da Capital que não perdeu para o Carcará. E esse é um tabu que a equipe precisa quebrar, para conseguir a vaga na inédita final da competição. Acostumado com decisões, o lateral-esquerdo Lúcio diz que o time tem que jogar com paciência.

– Temos que saber usar a vantagem do fator casa. A torcida apoiando, como aconteceu contra o Náutico. Mas sabemos que vamos jogar com uma equipe de mais qualidade, que vem jogando junto há muito tempo. Nosso time vai ter que ter muita paciência, para procurar o espaço para termos vantagem – afirma Lúcio

Sobre o fato de ainda não ter vencido o rival, Lúcio destaca que o momento agora é diferente. Durante o Hexagonal do título, o Carcará levou 3 a 0 no Cornélio de Barros e 3 a 1 na Arena Pernambuco.

– Quando você sabe que é jogo decisivo, o clima é outro, a concentração é maior, não dizendo que a equipe não teve concentração nas outras partidas, mas o teor agora é bem maior. Todo mundo se conhece, sabe as características, tanto o Sport conhece os jogadores da gente, como nós conhecemos os do Sport. Vai ser um jogo onde o time que for mais ousado vai sair com a vitória.

Fonte: Globo Esporte

—————

15/04/2015 16:23

Anderson Silva pede por revanche contra Nick Diaz no Brasil

Aos 40 anos, Anderson Silva está ‘atirando para todos os lados’. Na mesma semana que se colocou à disposição da Confederação Brasileira de Taekwondo para disputar as Olimpíadas do Rio de Janeiro em 2016, o curitibano manifestou o desejo de fazer uma revanche contra Nick Diaz.


 Resultado de imagem para anderson silva e nick diaz

Na ocasião, ‘Spider’ venceu o americano por pontos em uma luta morna e ainda foi pego no doping por uso de dois tipos de anabolizantes. Através do seu Instagram, Anderson pediu uma revanche com o americano no Brasil.

"Acredito que há algumas coisas que estão inacabadas entre mim e Nick Diaz. Agora eu espero que você, Dana White, possa aceitar meu pedido e tornar uma revanche possível em meu país, Brasil", escreveu Anderson Silva.

Anderson aguarda julgamento da Comissão Atlética do Estado de Nevada, possivelmente em maio, para definir seu futuro no UFC.

FONTE:Ag.Fight

—————

15/04/2015 14:30

Paris Saint Germain e Barcelona se enfrentarão hoje!

Hoje pela Liga dos Campeões, os gigantes Paris Saint Germain e Barcelona vão se enfrentar. O PSG joga em casa e possui seus destaques, os brasileiros David Luiz e Thiago Silva, e o Sueco Zlatan Ibrahimovic. Já o Barcelona vai tentar oque nenhum outro clube conseguiu... O PSG não é derrotado em casa desde o ano de 2006. Os destaques do Barça incluem Messi, Neymar e Xavi.

O jogo será exibido pela rede globo ás 15:45 horário de Brasília.

PELA REDAÇÃO DO SALGUEIRO NOTÍCIAS

—————



Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!